30 de out de 2010

Diálogo interno

É sempre bom ter alguém ali pra ajudar quando se precisa, aconselhar quando se deve tomar uma decisão  importante. Mas eu normalmente ouço. Falo muito, não. E compenso esse silêncio com diálogos internos. Ter conversas comigo mesmo ajuda na maioria das vezes. Claro que, pra não fugir ao ditado, não sigo todos os conselhos que eu me dou, já que se conselho fosse bom seria vendido. Mas admito que meus conselhos não são tão ruins assim, até venderia alguns.

Se bem que acho que só haveria um comprador: eu.

Ou nem isso.

8 comentários:

Os Pombinhos disse...

Imagino que deve ser bem complicado isso de dar conselhos a si mesmo. Sou muito mais o tipo de pessoa que sabe dizer sempre a coisa certa para ajudar alguém, mas quando o problema se vira para mim... Corram para as montanhas! UHAEUHAEH

Beijos, a namorada.

Quareesma disse...

eu gosto de ter esses diálogos diante do espelho e sempre sigo algum conselho meu e raramente o de terceiros '-'
eu chamo meus conselhos de 'teoria-barata' (hi hi)

beijas :*

. pamela moreno santiago disse...

olá. passando pra divulgar meu blog e dizer que o seu tá simplesmente foda!
seguindo aqui. espero que goste e que siga o meu também.
beeeijinhos e espero você lá :D

Betina. disse...

O título em trouxe até aqui. Voltarei sempre agora. Segue meu blog também?
Lindos escritos, moço bonito.
até ;)

Deyse Batista disse...

Eu mesma não poderia me definir com tamanha exatidão. Mas não me engano muito: acho que isso é um problema, e dos grandes. Fazer o quê quando somos assim?

Beijos.

. pamela moreno santiago disse...

por nada :D

HSUHAUSHAUHS. como diria meu professor, eu maltrato o violão D:
meu negocio é guitarra mesmo. mas enquanto nao consigo comprar uma, vai o violão mesmo *-*

beeeijos

Betina. disse...

Espero que ele se dissolva já rs'
Te sigo, bonito ;*

. pamela moreno santiago disse...

hahaa. pois é. o amor é maravilhoso.

faça inveja mesmo :(
SHAUSUAHSHAUHS
troca sua guitarra por meu violão? *-*

beeeeeijos