24 de abr de 2011

Eu perdido

Começo a perceber que sou apenas mais um entre muitos. E isso não é de um todo ruim. É só uma questão de ponto de vista. Eu ainda não decidi o meu, ainda tenho minhas cartas em cima da mesa e minha mente trabalha de modo confortável mas consciente de que a escolha tem que ser feita e ponto final. Mas 'tá tudo bem, por enquanto.

Que mentira! Não 'tá tudo bem. Porque, se meu céu estivesse azul, eu estaria com a cabeça nas nuvens e não me preocupando quando eu seria atingido por um raio, porque não haveria motivo pra se preocupar. Pelo menos não no meu mundo, que ainda parece estar de acordo com o que eu entendo de normalidade. Eu só temo que quando meu mundo virar de cabeça pra baixo por algum motivo qualquer, minha noção de normalidade mude também e eu acabe me acostumando com a nova realidade do meu mundo.

É, é confuso pra mim também, se é que isso serve de consolo. Mas já vi pessoas piores, convivo com pessoas piores - o que não significa que não as ame. Eu só as acho confusas, nada mais. Tenho até esperança de alguém possa me amar, mesmo estando perdido no meio dessa confusão.

Nenhum comentário: