27 de abr de 2013

Limite

Photo: weheartit

Meu corpo dói, minha mente pede por descanso e tudo o que eu mais quero é deitar na cama e apagar por dois dias ou mais. Quero um banho demorado, daqueles de ficar debaixo do chuveiro só sentindo a água cair no corpo, esperando o cansaço e as coisas ruins irem pelo ralo junto com a sujeira. Molha, só por mais cinco minutos, só por mais um dia, só menos problema. Droga! Por que eu tenho que ser pobre e não ter uma banheira? Se bem que hoje em dia pode-se comprar qualquer coisa e pagar com parcelas perpétuas. Talvez eu compre uma banheira. Mas a casa anda precisando tanto de um up, as paredes já estão cheias de infiltrações, parece até a minha vida. Ai, a minha vida! Ela é que precisa realmente de um up. Gastei quase uma semana, entre trabalhos e afazeres, pensando em como mudar a minha vida e nada pareceu uma boa ideia. Nada de jogar tudo pro alto e recomeçar, ia ser extremamente difícil. Talvez comece com pequenas mudanças, até que finalmente ela seja do jeito que eu quero. Meu pai dizia que é sempre melhor planejar e demorar a conseguir algo do que tentar agarrar o que se quer num pulo só e acabar todo quebrado com a queda. Queria muito ter ouvido o que ele dizia naquela época, mas, não, o burro aqui tinha que sentir na pele pra aprender. Aprendi. E agora o meu corpo dói, minha mente pede por descanso e tudo o que eu mais quero é deitar na cama e apagar por uma semana ou mais.

3 comentários:

Amanda Campelo disse...

"as paredes já estão cheias de infiltrações, parece até a minha vida." Me senti representada.

Betina M. disse...

Uma síntese da vida de muita gente nesse texto. Gostei (:
sigo-te

Nati disse...

Quero um pouco de sossego para organizar os pensamentos e continuar a viver. Beijos


Mundo de Nati
@meuamorpravoce