8 de jun de 2013

Busca

Photo: weheartit
Nada mais fazia sentido. Qual era mesmo o motivo de tantas noites em claro, tanto sono perdido, tanto cansaço acumulado? Havia um motivo, mas agora ele não sabia qual era. Perdera a memória? Não, claro que não. Sabia quem era, sabia tudo o que havia passado nesses quatro anos, os altos e os baixos, os choros e as alegrias; ele só não se lembrava do motivo. No começo, o primeiro dia, foi lindo, motivador, encorajador. Mas as coisas não continuaram assim. O que era colorido e encantador aos poucos se tornou preto e branco, escala de cinza sem graça e nem um pouco elegante. Faltava cor à vida e ele não conseguia encontrar em lugar algum.

Então decidiu recomeçar, do zero, buscar um novo motivo, buscar cores. Não sabia qual, nem ao menos sabia por onde começar. Só sabia que precisava começar de novo, deixar pra trás o que não fazia sentido. Encontrar-se. Pra isso, basta começar a se procurar. E assim ele o fez.

2 comentários:

Ariana disse...

Quando as coisas passam a não fazer sentido e a vida fica preto e branca devemos comprar novos pinceis e tinta e pintar a vida de outra forma.

Adorei seu blog!

Beijos

Maria Midlej disse...

Dificil é começar...


né.