29 de mai de 2010

Querer

Quero tocar meu violão, tocar uma melodia suave, compor uma música bonita, escrever versos simples, escrever o que já foi dito, o que já foi vivido, o que já foi sonhado. Eu quero correr sem direção até chegar em um lugar novo (ou em lugar algum), até encontrar o que eu não procurava. Correr até meus pés calejados desistirem de tentar, até eu perder meu fôlego, até eu chegar no meu limite.

Eu quero apreciar um belo ocaso ao lado de pessoas que eu amo, ao lado de estranhos, ao meu lado. Quero abraçar meus amores, abraçar à todos que conheço, reconheço e desconheço, abraçar o mundo de uma vez só e, por fim, me abraçar, o mais forte que posso até começar a sufocar. Quero dizer te amo à todos que merecem ouvir, não mentir durante vinte e quatro horas, dizer a verdade durante uma vida.

Eu quero sentir todos os sentimentos (des)conhecidos ao mesmo tempo, encher a mente com ideias (im)produtivas, ocupar a mente com o nada e depois encontrar uma razão pra todas as coisas que eu vejo e não vejo...

Eu quero, eu quero, eu quero, eu quero, eu quero, eu quero... Eu preciso.

4 comentários:

Anna Beatriz disse...

É incrível o ser humano, sempre quer mais e mais, mas pelo menos, isso é bom, a final, temos pelo o que correr atrás :)
Um ótimo domingo :*

#O mochileiro disse...

Adorei, "Quero abraçar meus amores, abraçar à todos que conheço, reconheço e desconheço" *-* tu és super rs

⋆ ─ Barbie, Honey ♔ disse...

que fofo *-*

http://lovewkyouuan.blogspot.com/

anne biah disse...

É, a gente sempre quer, e quer e quer, e quer...