22 de mai de 2010

Too perfect to be real


Nenhum dos dois conseguia imaginar uma situação diferente, era lindo demais pra ser de outro jeito. Olhares comunicativos, conversas prolongadas madrugada a dentro, passeios em silêncio que explicavam muito. Horas e horas se passavam quando decidiam pegar o violão e começar a tocar algumas músicas, até o gosto musical era parecido, só que ela preferia escutar músicas mais românticas. Até as divergências pareciam se encaixar perfeitamente no cenário que foi montado, divergências que, depois de um tempo de conversa, transformavam-se em opiniões conjuntas.

E tudo isso os assustava. Era perfeito demais, tudo do jeito que deveria ser, às vezes até melhor e por isso eles tinham receio toda vez em que pensavam em dar mais um passo à frente, por saber que tudo aquilo era perfeito demais pra ser verdade, era tudo certo demais pra dar certo no final das contas.

3 comentários:

Aimi disse...

Aii.. amei!! esse textinho!!! interessante! curioso e simples... lindooo..

#O mochileiro disse...

Indentifiquei tu é a Sue rs preciso de um amor assim D :

Anna Beatriz disse...

amei muito >.< meu lado romântico não me deixa em paz!