13 de dez de 2010

Outro caminho

Pra quê continuar a mesma dança se o caminho é outro?
Então me deixa mudar pra chegar até o fim
Que o fim é onde eu quero estar
Lá, um pouco mais lá do que cá

E ela me diz: 
Vai-se...
Na mesma melodia
Dançando diferente
Cantando a mesma canção
Errando o tom
Feliz, feliz...

6 comentários:

Quareesma disse...

a música pode ser a mesma, mas a companhia e a coreografia será diferente, certo?! :)

tô precisando dançar um pouco, sozinha.

beijas, seu doce meu :*

Tamires Buliki. disse...

Triste quando a pessoa realmente nos deixa ir...
Beijo.

Suzi C. Lima disse...

O caminho diferente pode ser perigoso...melhor ir pelo caminho que já se conhece...

Nayla M. disse...

os caminhos não foram os mesmos...

Nayla M. disse...

oodiei tua descrição no "autor", não suporto quando me identifico com alguma descrição... Acho que ou eu errei de mãe ou tu erraste...E tbm és de Belém *-*

Fuve disse...

A companhia sempre muda. Apenas nós estaremos conosco até o fim. Se é que me entende. E a respeito da nossa banda, eu acho uma ótima ideia ;D