18 de mai de 2011

O universo interior

Cada pessoa é um universo dentro de si. E com todas as características possíveis - ou seja, um tudo: um centro, o que não significa equilíbrio necessariamente; galáxias desconhecidas; cometas de vez em quando; estrelas brilhando (e muitas morrendo - daí os buracos negros); tudo e um pouco mais. Porque um universo é grande demais, mesmo que esse grande varie de pessoa pra pessoa. Nem deve ser possível de mensurar. Mas eu nem tento, não vale a pena. Melhor deixar o universo interior continuar conspirando pra continuar essa coisa maior chamada vida, mesmo que pra isso algumas estrelas tenham que morrer.

Um comentário:

Thaís A. disse...

É, esse universo não é fácil não.