18 de jul de 2012

Tempo de escolhas


Photo: weheartit
Sempre fiquei me questionando sobre o papel do tempo nos relacionamentos entre pessoas. E, por favor, quando digo relacionamento, entenda muito mais do que apenas o amoroso, entenda qualquer tipo de interação. Os amorosos são os mais retratados, os que são pegos como exemplo, porque as pessoas dão bastante importância para eles. Enfim, não quero discutir isso. Meu ponto é o tempo.

A meu ver, ele é extremamente necessário. Precisamos do tempo pra mudar. E mudar, assim como o tempo, é extremamente necessário. Por mais perfeitas que as coisas fossem naquele tempo, já pensou que saco se elas permanecessem do jeito que elas começaram? Não seríamos o que somos hoje, eu, você, os outros. O perigo de mudar são os resultados. Assim como podemos mudar pra melhor e tornar o que tínhamos muito mais legal de viver, podemos fazer uma escolha ruim e acabar com tudo. Acontece. E a culpa é nossa. Não, não particularmente tua ou minha. Eu quis dizer que somos nós quem fazemos as escolhas. Nós pessoas.

E escolhemos. Todos fizeram suas escolhas. Só não tenho certeza de que todos estavam cientes das consequências. Porque elas existem e hoje nós vivemos os resultados das nossas escolhas, boas e ruins, diariamente. E algumas escolhas não podem ser desfeitas. Elas são permanentes, assim como as consequências. Infelizmente é assim, minha querida.

Eu também queria que algumas coisas fossem como antes, mas elas simplesmente não podem ser. O jeito é seguir em frente. Promete pra mim que vais fazer isso? Que vais andar pra frente e, quando lançares alguns olhares pra trás, que apenas seja pra relembrar as coisas boas, apenas relembrar? Não quero que fiques se lamentando ou querendo que o tempo volte. Deixa o tempo passar que é melhor pra todo mundo. Pode doer, mas eu vou torcer pra isso te fazer alguém mais forte. Eu sempre acreditei que pessoas mais fortes têm mais chances de serem felizes. É só o que eu quero pra ti.

3 comentários:

Gustavo Ferreira disse...

Infeliz de quem não enxerga as coisas assim. Infeliz de quem segue fraco, fraco por escolha.

Amanda Campelo disse...

Só faltou tu escrever "Querida Amanda" no inicio do texto.
Escolhas fazem o que somos. Mudar é preciso, pois se não tivéssemos que optar por isso ou aquilo, as coisas seriam estáticas sempre.

Nati disse...

Dependendo do modo que o relacionamento é levado o tempo pode aprimorar que nem faz com os vinhos ou então estragar... Que ele aprimore todos os nossos relacionamentos. Beijo