17 de mar de 2010

Short Story Of Love

Eles ainda olhavam a lua. Deitados na areia da praia, só se ouvia as ondas quebrando, não muito longe de onde eles estavam. Depois de um tempo, eles se olharam e sorriram, um procurando nos olhos do outro a resposta pra pergunta que ambos se faziam há algum tempo: será que o amor é mútuo?

Ela já não sabia há quanto tempo estavam ali, deitados e imóveis, e ela tampouco pretendia olhar para seu relógio, com medo de descobrir que a hora de partir estava próxima.

Ele nunca tinha percebido como ela era tão bonita até há dois meses atrás em uma festa, quando ela apareceu vestida de preto, um vestido muito bonito. Depois de mais algum tempo de convivência, percebera que sentia uma coisa mais forte por ela do que amizade, mas ele ainda não havia perdido a timidez. Mas agora ele tinha que tentar, estava perto demais pra sentir vergonha. Foi então quando ela interrompeu seus pensamentos e disse:

- Eu acho que te amo.

Ele sorriu de felicidade e de alívio por saber que ela sentia o mesmo, ou pelo menos ela achava que sentia.

Ele se aproximou dela, cuidadosamente, e ela não recuou. Os lábios se tocaram enquanto as ondas do mar pareciam cada vez mais perto.

Depois do beijo, ele disse:

- Acho que é melhor a gente ir.

- É. Agora a gente pode ir.

Antes de partirem, ela ainda olhou para o relógio para ver as horas, mas ele tinha parado.

Nenhum comentário: