20 de mar de 2010

Carta destinada à você

Não preciso dizer o quanto gosto de ti, até porque não sou bom em me expressar tão diretamente, por isso escolho as palavras. Seria melhor escrever uma carta, acho mais digno dizer à uma pessoa o quanto você gosta dela com a sua própria letra, no seu próprio modo de fazer a carta, deixar mais a sua cara. Contudo, uso as teclas do computador para te disser isso e para dizer à quem mais quiser saber o quanto gosto de ti.

Eu sei que o mais importante é você saber, não importando muito o que os outros vão pensar, mas eu sou um daqueles caras que acreditam que felicidade pode ser transmitida à pessoas que não são diretamente ligadas ao que você sente ou ao que duas pessoas que se amam sentem. Compartilhar felicidade me faz mais feliz.

Mesmo optando pelas teclas do computador, não se surpreenda se eu te mandar uma carta dizendo o quanto gosto de ti, o quanto és importante na minha vida e mais uma série de coisas clichês que, ainda assim, são verdadeiras.

Não vou dizer pra quem eu escrevi todo esse texto, mas se você receber uma carta dizendo o quanto eu gosto de ti, sinta-se a vontade pra dizer que esse texto foi escrito pra você.

Nenhum comentário: