5 de nov de 2011

Quando as palavras não servem

Essa é a terceira vez que tento começar a escrever um texto. É um daqueles momentos em que as palavras não são a melhor forma de se expressar qualquer coisa que se guarda do lado de dentro. Então eu as substituo por música, por dança, por chocolate, por silêncio, por qualquer outra coisa que possa me ser útil quando eu não encontro utilidade nas palavras. Tudo bem, isso acontece. Mas não é nada permanente. Logo passa.

3 comentários:

Raíssa Bahia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Raíssa Bahia disse...

Um trecho de uma música minha que combina exatamente com esse momento: "Escrevo e apago porque já não há muita coisa a ser dita,
meu mundo deu voltas e não encontrei o que eu queria..." Há tantos momentos assim na vida, que são mais comuns do que imaginamos. Adoro teus escritos.

Dayse Sene disse...

Sim, logo passa! Porque as palavras moram dentro de nós...e quanto mais a escrevemos, a juntamos e damos a elas vida, ou agrupamos-as, mais elas ficam lindas...e formam frases, de amor, encantamento. É como uma mágica...basta escutar a sua alma...ela ditará a sua emoção.
Abraços.