19 de jul de 2013

Pequenos defeitos

É claro que eu te amo, que pergunta mais absurda! Eu só quis dizer que existem algumas coisas em você, amor, algumas atitudes que podem melhorar, só isso. Em todo mundo existe alguma coisa que não é muito boa. Olha eu, por exemplo, que vivo reclamando do tanto de trabalho que eu tenho pra fazer, mas muitas vezes eu fico a noite inteira sentada no sofá, assistindo televisão. É um defeito, é normal. Foi isso que eu quis dizer quanto a você me sufocar (levanta os dedos indicador e médio de ambas as mãos riscando o ar, fazendo aspas). A gente não precisa estar junto 24 horas por dia pra saber que a gente se ama. É sempre bom cada um ter uma vida própria, fora do relacionamento. Vai fazer bem pra nós. Sair na sexta com as minhas amigas não significa que eu quero terminar com você e voltar a ter minha vida de solteira. É só um tempo pra mim. Você também precisa sair com seus amigos, jogar futebol, falar sobre mulheres gostosas e tudo que vocês falam quando estão juntos. Tá tudo bem assim, amor. Vamo fazer o seguinte: você tenta daí melhorar esse seu pequeno defeito e eu vou tentando daqui também, pra ver se eu paro de reclamar sobre tudo e faço meus deveres. Tá bem? Juntos eu acho que fica mais fácil. Agora vem cá e me dá um beijo que hoje a noite é só nossa. Pode me sufocar de amor que eu deixo.

Photo: Claro del Bosque

Nenhum comentário: