30 de set de 2013

Só você não viu

Photo: Random Bullshit Memories
Acho que vou seguir a carreira de atriz. Devo ser muito boa em atuar, porque só isso explica você não ter percebido o quanto eu andava infeliz. Só pode! Me diz você: em nenhum momento passou pela sua cabeça, você não conseguiu percebeu, nem de relance, que alguma coisa tava errada comigo? Caramba! Tô impressionada. Até o André, que faz a limpeza lá do jornal, veio me perguntar ontem se tava tudo bem. Até o André! E você? O que você fez? Nada.

E eu tava lutando com todas as minhas forças para tomar a decisão certa, em fazer as coisas funcionarem dessa vez. E você não percebeu. E não vem me dizer que eu não tentei te falar! Eu não sou uma daquelas tuas ex-mulheres que ficam de mimimi esperando que você adivinhe cada pensamento que surge na cabeça delas. Eu nunca fui assim e você sabe muito bem disso. Todas as vezes que eu tentava conversar com você, eu recebia uma desculpa, um fora. Por que você tava me evitando? O que você fez de errado, hein? Olha pra mim, Pedro! Ah, não importa, não quero mais saber. Já tenho informação demais pra processar na minha cabeça sem as suas. O que eu queria mesmo era conversar com você, quem sabe conseguir uma luz, um conselho sábio, uma palavra de conforto, ou mesmo um colo pra chorar. Mas eu não consegui nem a sua atenção. Só consegui mais dúvidas e mais preocupações com você.

É, eu cansei, Pedro. E me parece que você tá cansado de mim também. Tá vendo? Você nem ao menos me contrariou. Tudo bem, não me importo com o seu silêncio, já me acostumei. Só quero te pedir uma coisa: se você realmente não quiser me ajudar ou se você não tiver como me ajudar a manter o que a gente tem, por favor, não atrapalha mais a minha vida. Ela já tá bagunçada demais sem a sua ajuda.

Caso você decidir ficar, tem pizza lá embaixo. Se não, você pode levar as malas que estão no armário. Não vou precisar delas por algum tempo.